Drywall: desvende os mitos e conheça as vantagens da tecnologia

Polêmica entre os leigos desde quando começou a ser utilizada, a parede de gesso acartonado, ou drywall – como é conhecida popularmente -, é, na verdade, um alento aos problemas de infiltração e um auxílio ao trabalho de assistência técnica das construtoras. Na verdade, essas são apenas algumas dentre as inúmeras vantagens do sistema.

A composição mais fina e leve da parede leva muitos a pensarem que se trata de material descartável ou, ao menos, de qualidade reduzida, quando comparado ao utilizado na parede de alvenaria. No entanto, é justamente o oposto.

A chapa ou placa de drywall é um conjunto composto por um núcleo de gesso natural e aditivos, revestido com duas lâminas de cartão especial. Nessa união, o gesso proporciona resistência à compressão e o cartão oferece resistência à tração, tornando o material resistente mecanicamente.

Dúvidas

Existem alguns questionamentos e dúvidas em relação à parede de drywall, tais como sobre o isolamento acústico, a resistência do material à umidade, e a dificuldade de instalações elétricas e hidráulicas. Vamos, então, ao passo de desmitificar essas e outras questões.

  • O drywall é resistente?

Apesar da pequena espessura das placas, podem ser montadas paredes drywall com resistência mecânica tão elevada quanto a das paredes equivalentes de alvenaria de blocos de concreto ou blocos cerâmicos.

Os fabricantes asseguram que o material é capaz de resistir a tremores, choques e vibrações sem sofrer danos.

  • O drywall tem bom isolamento acústico?

De acordo com a Associação Brasileira do Drywall, o sistema é o que atende com maior facilidade a todas as exigências da Norma de Desempenho ABNT NBR 15575:2013, no que diz respeito ao conforto acústico.

A parede mais simples com essa tecnologia, com 73 mm de espessura, composta por uma chapa de gesso fixada em cada lado de uma estrutura com 48 mm de largura, já oferece isolamento de 36 dB, equivalente ao de uma parede simples de alvenaria com, aproximadamente, o dobro de espessura.

No extremo oposto, podem ser projetadas paredes com isolamento bem maior, como as instaladas nos cinemas hoje em funcionamento nos shopping centers de todo o Brasil.

– Sistema massa-mola-massa:  ao comparar paredes de alvenaria convencional, as paredes em drywall formam o sistema massa (gesso) – mola (ar) – massa (gesso), cujo desempenho acústico é superior, e pode ser aumentado com a colocação de lã mineral no interior. A lã de rocha ou de vidro é um excelente absorvente acústico, fortalecendo, assim, a função mola.

Isso permite que as vedações internas de edificações residenciais e não residenciais sejam configuradas de acordo com os requisitos de cada ambiente.

A tecnologia é utilizada, inclusive, nas salas de cinema em todo o Brasil, tamanha a efetividade do isolamento acústico.

  • O drywall é resistente à umidade?

Para áreas úmidas, como cozinhas e banheiros, devem ser utilizadas chapas desenvolvidas especificamente para esse fim (placas verdes), que contêm hidrofugantes na fórmula.

Nessas áreas constantemente molhadas, como box de banheiros, a parede de drywall deverá ser impermeabilizada com mantas asfálticas, por exemplo. Assim, para cada ambiente da casa, existe um tipo específico de placa utilizada.

  • Como funcionam as instalações elétricas e hidráulicas no drywall?

Diferente do sistema convencional, em que as instalações são embutidas nas paredes, no drywall, elas passam entre as placas de gesso acartonado, o que facilita a manutenção.

  • É possível pendurar objetos nesse tipo de parede?

Fixar objetos em paredes, revestimentos e forros drywall é mais simples do que em outros sistemas construtivos. 

Existem buchas especiais, que são encontradas em qualquer loja de material de construção, para pendurar objetos de pesos diversos, de até 30kg. Como o sistema dry wall é uma tecnologia, existem regras e orientações muito simples que devem ser seguidas.

Embora sejam mais leves e tenham espessuras menores, os sistemas drywall apresentam resistência mecânica e estabilidade equivalentes às dos sistemas construtivos tradicionais, como alvenaria de blocos cerâmicos ou blocos de concreto.

  • O sistema apresenta segurança contra incêndio?

As chapas para drywall, principal componente deste sistema, asseguram maior proteção contra o fogo, em comparação aos materiais de construção de uso frequente.

Isso se deve às propriedades do gesso, já que 20% do peso dele é água combinada quimicamente, que sob a ação do fogo é liberada na forma de vapor, retardando a ação das chamas em caso de incêndio.

  • Relação entre drywall e sustentabilidade

Em relação às paredes convencionais, a tecnologia drywall gera uma quantidade de entulho muito menor, de cerca de 5% de seu peso (contra 30% da alvenaria convencional), o que facilita a coleta e o transporte. Além disso, os resíduos podem ser totalmente reciclados.

No caso específico das chapas para drywall, que são produzidas à base de gesso, podem ser reaproveitadas em três frentes: indústria de cimento, agricultura e no próprio setor de transformação de gesso.

  • Imagens da execução da parede:

Quer saber mais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2021 Blog Mazzini