Árvore de mais de 50 anos rouba a cena na Praia do Canto

Há mais de 50 anos, uma muda de jasmim-manga foi plantada no terreno da casa da família Martins, na rua Aleixo Neto, na Praia do Canto. Ao longo de todo esse tempo, a árvore foi cenário para a construção de memórias por três gerações que por ali passaram.

“Eu decidi que ela tinha que continuar ali, como símbolo da casa. A árvore é a representação do meu pai, é a marca registrada da família”, falou um dos proprietários do terreno, Jolindo Martins.

Diante disso, a bióloga paisagista Rosa Casati Ramaldes fez um plano de ações com tratamentos e cuidados para preservar a vegetação e mantê-la em bom estado durante e após toda a obra do edifício Jolindo Martins, que está em execução.

Conhecida pelos buquês perfumados, a jasmim-manga raramente não está florida. No entanto, segundo a bióloga, a época mais cheia começa no final do inverno e segue por toda a primavera.

“Ela é uma planta que, se nada grave acontecer, vai durar para sempre. Assim, vai preservar as memórias de todos que com ela têm alguma ligação”, disse Rosa.

A Mazzini tem compromisso firmado em ser sustentável em todos os processos e empreendimentos. Então, toma as providências e precauções necessárias para preservar a árvore do Ed Jolindo Martins, seguindo as orientações da bióloga Rosa Casati Ramaldes, contratada para cuidar da vegetação. Assim, está sempre trabalhando para manter a árvore em pleno vigor em todas as etapas da obra.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *